Serviços de Mecânica


Os travões são uma garantia básica para uma condução segura, sendo o primeiro elemento de segurança ativa que um condutor utiliza quando há uma situação de perigo. Ao mesmo tempo, passivos de se desgastarem com maior rapidez pelo seu uso constante, a manutenção do sistema de travagem é uma prioridade.
Um carro sem travões torna-se num veículo descontrolado, que funciona de uma forma imprevisível, pondo-o a si, aos seus passageiros e outros automobilistas em risco.Os problemas com travões não acontecem, regra geral, de forma repentina. Qualquer avaria é fruto do desgaste acumulado. É essencial que todos os componentes dos travões sejam mantidos nas melhores condições possíveis, para isso, deixamos algumas dicas para que consiga perceber atempadamente as anomalias no sistema de travagem.

  • Aumento na distância de travagem e uma travagem desequilibrada;
  • O carro parece travar com o pedal mais baixo que o normal, ou pode mesmo notar o pedal descer gradualmente;
  • Se começar a ouvir um chiar ao travar, pode ser um sinal de que as pastilhas podem estar desgastadas. Se o ruído que ouvir for realmente intenso e estridente, significa que as pastilhas perderam todo o material de fricção e já estão em contacto com o ferro no disco;
  • É necessário fazer mais força no pedal e pode não conseguir carregar no travão a fundo;
  • Tremor ou vibração no volante ao travar;
  • Os automóveis mais recentes emitem um aviso luminoso no painel que indica que a algo de errado com o sistema de travagem.

Os problemas nos travões devem-se quase sempre ao desgaste de três componentes:

  • as pastilhas de travão, que ajudam a travar através da fricção contra o disco dos travões. Desgastam-se naturalmente ao longo do tempo;
  • aos discos de travão, que com o passar do tempo podem ficar empenado e estragar-se devido ao desgaste, sobreaquecimento, fissuras ou rachas;
  • ao líquido de travão, por muitas vezes se encontrar num nível baixo, ou devido ao envelhecimento do óleo.

O sistema de suspensão desempenha um papel importante no veículo, é o que suporta o peso, e a sua função é maximizar o atrito entre os pneus e o solo, garantindo a estabilidade do carro, e absorver e amortecer os impactos do veículo com o solo, proporcionando conforto aos ocupantes. Para que essas funções sejam cumpridas eficazmente, os componentes do sistema, como amortecedores, molas e braços, entre outros, precisam estar em bom estado de conservação.

Com o passar do tempo,os componentes do sistemas vão sofrendo um desgaste e deixam de funcionar corretamente, a não substituição pode ocasionar por exemplo desgaste acentuado dos pneus, fuga de óleo nos amortecedores, folga nos casquilhos, entre outros.

A suspensão dá sinais de cansaço, como perda da estabilidade, barulhos (batidas fortes, de peças soltas, ruídos metálicos ou com barulho seco) e alteração na condução.

Os amortecedores, por exemplo, sofrem um desgaste normal devido ao seu movimento permanente.
O tempo de vida útil de um amortecedor não é estimado, pois existe vários fatores que podem influenciar o tempo útil dos amortecedores, tais com a carga do veículo, o estilo de condução, o estado das rodas ou das estradas. Contudo, como medida de manutenção preventiva recomendamos que à cada 20.000km seja verificado o seu estado, e substituídos em média à cada 80.000km.

Para sua segurança e conforto, assim como para a longevidade dos seus pneus, é importante que você verifique regularmente a pressão em cada pneu.


 

 

 

 


Apresentamos um lista de alguns cuidados à ter com o turbo do seu carro:

  • Deixar o motor aquecer antes de iniciar marcha. O motor tem de estar a trabalhar a uma determinada temperatura que permite que todas as peças se possam mover dentro sem esforço nem excesso de atritos;
  • Enquanto o motor não atingir a sua temperatura ideal de circulação (sensivelmente 90º), não acelere ao máximo o seu carro e evite mudar de velocidades a altas rotações. Enquanto o óleo estiver frio, é mais denso e viscoso, e não chega com a mesma facilidade a todas as zonas do motor. O turbo sendo uma parte mais sensível do seu carro, requer máximo cuidado.
  • Não desligar logo o motor após circular com ele, principalmente após uma viagem de longa duração ou após uma condução desportiva;
  • Verificar com alguma frequência o nível de óleo. A qualidade e viscosidade do óleo também deve ser tomada em consideração. Lubrificantes de baixa qualidade podem não oferecer a máxima proteção ao seu motor.

 

Whatsapp whatsapp

Available Appointments on Agosto 10, 2020

  12:40 pm – 1:10 pm1 space available
  1:10 pm – 1:40 pm1 space available
  1:40 pm – 2:10 pm1 space available
  2:10 pm – 2:40 pm1 space available
  2:40 pm – 3:10 pm1 space available
  3:10 pm – 3:40 pm1 space available
  3:40 pm – 4:10 pm1 space available